Notícias

1 10/07/2020 16:00

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se posicionou sobre a informação de que algumas prefeituras do Brasil distribuirão o medicamento ivermectina como forma de tratamento e até prevenção à Covid-19. Segundo o órgão ligado ao Ministério da Saúde, o uso da substância não é recomendado para a doença causada pelo coronavírus. Não há comprovação de eficácia do medicamento no combate da doença.

"Ressaltamos que a automedicação pode representar um grave risco à sua saúde. O uso de medicamentos sem orientação médica e sem provas de que realmente estão indicados para determinada doença traz uma série de riscos à saúde", disse a entidade, em comunicado ontem (9). Ainda de acordo com a agência, "não existem estudos conclusivos que comprovam o uso desse medicamento para o tratamento da Covid-19".

A ivermectina é um agente antiparasitário aprovado em 1999, que, nos últimos anos, demonstrou ter atividade antiviral in vitro contra uma ampla gama de vírus. Até o momento, existem 26 estudos clínicos propostos para avaliar a eficácia desse produto, tanto com propostas de atuação na prevenção quanto no tratamento da Covid-19. “Mas não existem, ainda, resultados conclusivos sobre a eficácia da ivermectina no combate à covid-19. Também não existem dados que indiquem qual seria a dose, posologia ou duração de uso adequada para impedir a contaminação ou reduzir a chance de gravidade da doença", acrescenta o órgão. 







Av. Governador Lomanto Júnior - Edifício União Empresarial Center, nº 23 - Centro - Amargosa/BA.
Tel.: (75) 3634-3239 | 9 9803-1023 (Whatsapp) - Vale a pena ouvir!
© 2010 - Rádio Vale FM - Todos os direitos reservados.