Notícias

1 10/10/2019 12:30

Iniciativas das instituições estão programadas durante todo o mês em SAJ a fim de instruir e conscientizar as mulheres a respeito da doença e estimular a prevenção

Cristina Pita e Itajay Júnior

No mês em que as ações de combate ao câncer se intensificam, colocamos os holofotes sobre as instituições que, cada uma à sua forma, encontram na luta contra a doença um objetivo em comum. Diante dos números alarmantes, a campanha mundialmente conhecida como Outubro Rosa ganha força.

Por isso, durante este mês, a AMO - Assistência Multidisciplinar em Oncologia, o INCAR e os laboratórios Labocliv e Multimagem, em Santo Antônio de Jesus, se unem para difundir informações sobre o câncer de mama, uma doença que, de acordo com o médico oncologista Vinícius Valverde, 'é facilmente detectada caso a paciente siga a rotina dos exames preventivos'.

Estas instituições possuem juntas, um propósito bem definido: estimular e apoiar, com uma rede de ações em todos os níveis da sociedade, um olhar mais sensível para o paciente com câncer e suas famílias. Por meio da união, surge uma nova abordagem do papel das instituições, ancoradas na responsabilidade de proporcionar melhor qualidade de vida e prevenir a doença.

Assim, minimizam a dor e o sofrimento dos pacientes, criam e articulam soluções para integrar as instituições, por meio do fortalecimento institucional e parcerias, e assim, repercutem informações sobre a importância da prevenção no combate à doença. 

Nesta campanha desenvolvida pela AMO, INCAR, Labocliv e Multimagem, a narrativa é resumida no slogan 'Meu Outubro é Rosa o Ano Todo'. Durante coletiva de imprensa, realizada na noite de quarta-feira (9/10), representantes dessas instituições esclareceram dúvidas sobre a doença. "Até o dia 30 desse mês teremos várias ações. Entre as atividades estão rodas de conversa, palestras, reuniões e eventos, todos em prol de acolher, informar e conscientizar as mulheres da importância e atenção que devem dar ao tema", destacou o radiologista Marcos El Khouri.

Segundo o médico Vinícius Valverde, a Campanha Outubro Rosa é muito importante para informar os cuidados que as mulheres devem ter com a saúde. “Temos tido bastante atividade nesse mês de outubro para falar do Outubro Rosa, que é uma campanha que surgiu na década de 90 para alertar, conscientizar e chamar atenção das mulheres para cuidarem da saúde, para se conhecerem. Se as mamas tiverem alguma alteração, que pode ser percebida, é necessário procurar ajuda médica, não deixar ser vencida pela vergonha ou pelo medo e que façam os exames de forma regular a partir dos 40 anos”, orientou.

Valverde comentou sobre as mulheres que iniciam as atividades sexuais cedo. “A mulher que inicia as relações sexuais no início da vida tem que ficar muito atenta a saúde do colo do útero. Então ele deve fazer o exame preventivo ginecológico de forma regular, anual e ser acompanhada por um ginecologista. É bom lembrar que existe uma vacina capaz de evitar o câncer do colo do útero que é causado por um vírus chamado HPV, que é o papiloma vírus humano. Essa vacina está disponível nas unidades de saúde e está indicada para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos”, explicou.

De acordo com o oncologista, o apoio da família é fundamental no momento do tratamento do câncer. “O tratamento do câncer vem sofrendo modificações nos últimos anos para melhor, mas ainda a situações que é necessário fazer tratamentos mais agressivos, sobretudo quando as lesões forem mais avançadas. A família tem um papel fundamental nesse momento. É importante ter o suporte familiar, o suporte afetivo e psicológico também e o suporte de toda equipe multidisciplinar que vai cuidar desse paciente”, relatou.

Ainda de acordo com Vinícius Valverde, é difícil tratar os pacientes que não permitem deixar os vícios, como cigarros, bebidas alcoólicas entre outras coisas que ajudam no desenvolvimento e avanço do câncer. “Existem pessoas que tem a consciência de que os hábitos nocivos podem causar câncer e mesmo assim eles adotam. A mensagem que eu deixo é que vocês sejam mais fortes do seu vício. Hoje em dia existem terapias e tratamentos para ajudar o fumante a parar de fumar. As pessoas que já tem o diagnóstico do câncer e que fumam tem uma chance menor de ter sucesso no resultado do tratamento”, ressaltou.

Valverde pontuou que os bons hábitos de vida ajudam na prevenção de alguns tipos de câncer. “Todo ser humano deve adotar hábitos saudáveis. A prática de atividades físicas, quatro ou cinco vezes por semana no mínimo, fazer dieta balanceada, evitar alimentos ultra processados. Consumir frutas, verduras, vegetais, grãos, entre outros alimentos que têm benefícios comprovados na saúde das pessoas”, reforçou.

Câncer: prevenção precisa estar no centro das atenções

Segundo dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer), as estimativas de incidência do câncer de mama para o ano de 2019 indicam o surgimento de pelo menos 59.700 novos casos da doença, o que representa 25% dos cânceres em mulheres, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma.

"A comunidade como um todo dá muito destaque para o câncer de mama porque é uma doença que não tem causa específica. Normalmente, é um conjunto de fatores que, combinados, pode ou não culminar no surgimento da doença. Dado esse caráter dúbio da doença, enquanto médicos, reforçamos a necessidade das mulheres buscarem a mamografia todos os anos. É a partir deste exame de rastreamento, que será possível visualizar possíveis tumores e iniciar o tratamento de forma precoce, melhorando o prognóstico", explica o médico.

ASSISTA 







Av. Governador Lomanto Júnior - Edifício União Empresarial Center, nº 23 - Centro - Amargosa/BA.
Tel.: (75) 3634-3239 | 9 9803-1023 (Whatsapp) - Vale a pena ouvir!
© 2010 - Rádio Vale FM - Todos os direitos reservados.