Colunas

1 02/06/2020 08:29

A melhor hora do mês é quando chega o DINDIN, esta é a mais feliz!  Mas, você sabe quais e quantos são seus gastos?  Alguma vez já somou todas as suas despesas do mês?  Topa fazer uma brincadeira?  Faça um levantamento e verifique quanto e em quê você destinou seu suado dinheiro no mês passado.  Além disso, identifique quanto você gastou com “necessidades” (como energia e feijão) e quanto foi para “desejos” (sapato igual ao que um famoso estava usando, ou chocolate da propaganda, etc.).   Ficou surpreso com o resultado?  Você gastou menos ou mais do que ganha?  Comprou mais “necessidades” ou “desejos”?  Vamos ao resultado de suas contas?

Não fique desapontado se você descobriu que gasta mais do que deveria e em coisas desnecessárias, pois você pode mudar isso.  Melhor que ninguém você sabe quais são suas “necessidades” (prioridade) e seus “desejos” (supérfluo- evite!) e precisa ter isso em mente quando for comprar qualquer coisa.  Lembre-se de não gastar mais que ganha.   Qualquer pessoa pode passar por momento difícil e se endividar, sobretudo agora.  Com o desemprego aumentando a cada dia, fica complicado gerenciar as contas – a lista do “a pagar” acaba ficando maior do que a do “a receber”.  Entretanto, você precisa controlar seu endividamento.  Existem possibilidades em que você pode negociar um débito, trocar uma dívida cara por uma mais barata, ou, em casos extremos, pensar em vender algo para liquidar um débito com altos juros.  O melhor a fazer é não deixar a situação sair de seu controle.  Relacione seus débitos e aproveite o momento para negociar valores que caibam em seu orçamento. 

Por outro lado, se você gasta menos que ganha e compra mais “necessidades”: parabéns!  Isso quer dizer que poupar faz parte de sua vida.  Você tem conseguido consumir menos no presente e isso vai lhe proporcionar um amanhã melhor. Guardar dinheiro gera sensação de segurança, liberdade e bem-estar.  Ser um poupador não é fácil, pois é preciso mudança de comportamento, como: comer menos na rua, não ter sempre coisas da última moda nem as mais caras.  Esses pequenos gestos farão a diferença no final do mês, e, quando você menos esperar, estará sobrando Dindin!   

Mas ok, você economizou, poupou e agora acha que acabou? Nada disso! Agora o desafio é investir!  Pense só no desperdício de deixar seu dinheiro parado no cofrinho depois de tanto sacrifício para seguir o orçamento familiar.   O melhor caminho é poupar, juntando uma grana legal (de acordo com a sua realidade) e em seguida investi-la para vê-la valorizar.  Não pense que investir é coisa de gente rica - investir significa colocar seu dinheiro para trabalhar por você, independente de quanto seja.  Existem aplicações para todos os bolsos!  Procure a melhor opção para seu caso, que pode ser: abrir uma poupança, comprar de uma galinha, uma cabeça de gado, uma terrinha, etc.  Comece devagar e logo verá como é recompensador este esforço.  Mantendo essa rotina, em breve você estará mais independente e com um futuro mais tranquilo.

Então, sabendo onde você aplica seu dinheiro, fica a dúvida de quanto você vai renunciar ao consumo de hoje para poupar e investir em seu futuro.  A resposta está no seu planejamento orçamentário familiar, tema da próxima semana.  Por ora ficam as dicas: consumir com consciência e jamais gastar mais que ganha.  Também, lembre-se que gastar menos é uma forma de poupar.  Fuja dos excessos e busque produtos pela sua qualidade, e não por marcas.  O conhecimento sobre você (hábitos e objetivos) refletirá em suas decisões para uma vida financeira saudável para você e sua família no futuro.     Ah, guarde suas contas, pois você vai precisar delas na próxima semana para fazer seu orçamento.


Categorias

 Meu DinDin - Como realizar seus sonhos 






Av. Governador Lomanto Júnior - Edifício União Empresarial Center, nº 23 - Centro - Amargosa/BA.
Tel.: (75) 3634-3239 | 9 9803-1023 (Whatsapp) - Vale a pena ouvir!
© 2010 - Rádio Vale FM - Todos os direitos reservados.