últimas notícias

Notícias

1 21/08/2019 17:06

Enquanto se recupera na Bahia das complicações do parto, a mãe das gêmeas siamesas Laura e Laís diz estar contando as horas para ver as filhas, que nasceram unidas pela bacia e pelo abdômen e compartilham fígado, intestino e bexiga. Elas nasceram no último dia 15, no Hospital Maternidade Luiz Argolo, da Santa Casa de Misericórdia de Santo Antônio de Jesus, e foram encaminhadas ao Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, um dia após o parto.

A mãe das gêmeas, Liliane Silva dos Santos, 35 anos, teve hemorragia no parto e ficou quatro dias na UTI. Agora, Liliane se recupera em casa, em Piraí do Norte, na região de Gandu, e conversa com a irmã por telefone para ter notícias das filhas.

A tia das siamesas, Maria Lina Soares dos Santos, deixou o emprego e viajou até Goiânia para acompanhar as sobrinhas, sem ter previsão de quando irá retornar para a Bahia. “Foi um susto, quando eu acordei já estava aqui. Eu só falei para ela [irmã]: ‘tô indo, viu’. A única coisa que ela me pediu foi: ‘traz minhas filhas de volta’. E eu vou levar elas de volta, com certeza”, afirma.

De acordo com o HMI, as gêmeas não têm previsão de alta, mas estão bem, respiram espontaneamente e estão sendo alimentadas por uma sonda, que deve ser retirada aos poucos. Ainda segundo o hospital, a cirurgia de separação deve acontecer daqui um ano, depois que as gêmeas ganharem mais peso e tiverem mais pele.

 

 

*Com informações do G1

 







Av. Governador Lomanto Júnior - Edifício União Empresarial Center, nº 23 - Centro - Amargosa/BA.
Tel.: (75) 3634-3239 | 9 9803-1023 (Whatsapp) - Vale a pena ouvir!
© 2010 - Rádio Vale FM - Todos os direitos reservados.