Notícias

1 21/03/2019 07:40

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais localizou no início da semana o corpo do soldador Eridio Dias, de 32 anos, uma das vítimas do rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Vale, em Brumadinho (MG). De acordo com a família, o funcionário da Vale havia sobrevivido à tragédia em Mariana, em 2015 , onde também houve o rompimento de uma barragem.

Luzia Aparecida Felipe, tia de Dias, contou em uma rede social que em 2015, ano da tragédia em Mariana, o soldador estava na hora do almoço e o restaurante não foi atingido pela lama. Desta vez, em Brumadinho , ele almoçava no refeitório da Vale, um dos primeiros lugares atingidos pelos rejeitos.

“É com o coração partido que estou compartilhando com meus amigos a notícia que nos abalou desde o dia 25 de Janeiro, o desaparecimento de Eridio Dias, vivemos os piores dias de angústia. Depois de tanta tristeza, a esperança era de dar a ele um enterro digno e que o que restou dele pudesse ficar perto de nós. Hoje [19/03] recebemos a notícia que o corpo foi encontrado, não importa o q foi encontrado, mesmo q seja um fio de cabelo..., mas a alma é perfeita e vamos poder se despedir dele amanhã na Igreja em São Bartolomeu”, escreveu Luzia em uma rede social.

Nesta terça-feira, a Defesa Civil de Minas Gerais atualizou para 209 o número de mortos na tragédia do último dia 25 de janeiro . De acordo com as autoridades, 97 pessoas ainda estão desaparecidas.

Balanço anterior, divulgado pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), relacionava 99 desaparecidos. Em nota, a Defesa Civil explicou que dois nomes foram retirados da lista porque se descobriu que uma das pessoas tinha morrido antes do desastre e a outra teria documentos inconsistentes. 

Até o momento, foram localizadas 395 vítimas do rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, explorada pela Vale . A força-tarefa que atua no local chega ao seu 55° dia com um efetivo de 137 bombeiros, divididos em 15 frentes de trabalho distintas. As atividades são realizadas com o auxílio de 76 máquinas pesadas, dois drones e um helicóptero do modelo Arcanjo.

A assessoria de imprensa do CBMMG informou que, na manhã desta quarta-feira (20), representantes da corporação reuniram-se com parentes das vítimas para comunicar resultados das buscas e esclarecer dúvidas. Durante o encontro, encerrado por volta de 12h30, a corporação também corrigiu dados incorretos que têm sido espalhados por meio de fake news (notícias falsas).

A tragédia de Brumadinho ocasionou, além da morte de moradores da cidade, a contaminação do Rio Paraopeba, que passou a apresentar nível de cobre 600 vezes maior do que o normal, conforme apurou a Fundação SOS Mata Atlântica. O rio era responsável por 43% do abastecimento público da região metropolitana de Belo Horizonte.

iG







Av. Governador Lomanto Júnior - Edifício União Empresarial Center, nº 23 - Centro - Amargosa/BA.
Tel.: (75) 3634-3239 | 9 9961-1053 (Whatsapp) - Vale a pena ouvir!
© 2010 - Rádio Vale FM - Todos os direitos reservados.