Notícias

1 16/12/2018 12:07

Uma das poucas cidades-arquipélago do Brasil, com 36 ilhas, Cairu é famosa no sul baiano pelas praias nas ilhas de Tinharé (Morro de São Paulo) e de Boipeba. Mas, na primeira delas, repousa um paraíso escondido para quem quer fugir da badalação das vizinhas: Garapuá.

Conhecida como o “Caribe Baiano”, trata-se de uma enseada com mar verde-claro, nos dias de sol, uma faixa de areia de 2,5 km, quase deserta, não fosse pela movimentação de pescadores, além de cerca de 600 moradores.

De águas calmas, a praia de Garapuá é aprazível para o mergulho nas piscinais naturais que se formam na maré baixa, onde é possível apreciar a vida marinha com água cristalina na altura da cintura de um adulto e usufruir de duas jangadas flutuantes que servem comidas e bebidas.

Para chegar às piscinais, que ficam a cerca de 800 metros da costa, o mais cômodo é pegar a embarcação que parte da praia por R$ 10, por pessoa. Também é possível ir a pé, pela faixa de areia, depois, sobre os corais, o que é melhor com sapatilhas de borracha.

Na maré alta, é possível mergulhar nas águas cristalinas dos manguezais na ponta norte de Garapuá, onde, com a ajuda de um snorkel, o banhista pode admirar o berçário da fauna marinha local.

O visitante pode contratar um passeio de duas horas, no valor de R$ 150, por pessoa. A 500 metros da praia, uma lagoa com cerca de 3 km de extensão. Com coloração de ferrugem, a lagoa convida para o banho de água doce, com direito a mordiscadas de pequenos peixes, que fazem uma “limpeza de pele” gratuita.

Pressa não é uma palavra que combina com o estilo de vida local. Por isso, conhecer Garapuá, de ponta a ponta, requer hospedar-se, pelo menos, por um final de semana em uma das cinco pousadas, com preços de R$ 80 a R$ 350.

Não há agitação na vida noturna. Na vila, os moradores se recolhem por volta das 20h. Na praia, para quem gosta do contato com a natureza, a diversão é observar constelações, ouvir o som das marolas, sentir a brisa e caminhar com uma lanterna. Caso contrário, pode-se fretar um jipe para Morro de São Paulo.

Como chegar em Garapuá

Catamarã Você pode pegar uma catamarã de Salvador para Morro de São Paulo, por R$ 96,66. De lá, pode pegar um barco para Garapuá

Ferryboat A outra opção é pegar um ferry boat de Salvador até a Ilha de Itaparica. O preço para carros pequenos é R$ 45, de segunda a sexta. Para pedestre, o valor é R$ 5 nos dias úteis. Da ilha, é preciso seguir por 109km (de carro ou ônibus) até Valença. De lá, é possível pegar uma lancha para Garapuá. A embarcação parte por volta das 13h, de segunda a sábado. *Folha de São Paulo







Av. Governador Lomanto Júnior - Edifício União Empresarial Center, nº 23 - Centro - Amargosa/BA.
Tel.: (75) 3634-3239 | 9 9961-1053 (Whatsapp) - Vale a pena ouvir!
© 2010 - Rádio Vale FM - Todos os direitos reservados.